14.3.15

34

34 anos = 408 meses = 1 774,03354 semanas = 12 418,2348 dias = 298 037,634 horas = 17 882 258,1 minutos = 1,07293548 × 109 segundos, de acordo com o Google, que nunca se engana (not) e por isso vale o que vale. Visto assim são muitas contas e muitos números no que parece ser uma longa vida de 34 anos e por isso mesmo não tão longa assim.
Mas o curioso disto tudo é como a nossa memória funciona ao esquecer o dia-a-dia dos dias que passaram, ao lembrar apenas alguns cheiros, fragmentos ou sentimentos num conjunto de imagens que parecem remeter a uma outra vida. E começamos a pensar onde a vida se foi e onde nos levou. Pensamos nas pessoas que por ela passaram, em como foram tão importantes em determinados momentos para anos depois não existir qualquer tipo de relação. Não existe tristeza nestes pensamentos, apenas surpresa, em perceber como nós conseguimos ultrapassar momentos bons e maus, recuperar de situações, criar novos sonhos e viver. E no fim disto tudo é claro que existe a nostalgia sobre uma infância que ficou para trás e a inocência sobre o mundo e a vida que se perdeu e por momentos se deseja de volta.
O dia vai ser passado com uma tradição sueca que eu adoro e implica sauna e banhos no mar em pelota seguidos de massagem e brunch neste fantastico sítio no meio do mar. Faltam-me as minhas pessoas favoritas, mas a parte boa de mudar a vida é a possibilidade de conhecer novas pessoas. Corremos o risco e algumas ficam para trás, mas outras vale a pena conhecer. Quem sabe um dia não possam vir a fazer parte dessa lista limitada que são as minhas pessoas.

Sem comentários: