15.1.10


Acho que o meu relógio biológico está a começar a reclamar comigo...pequenas coisas, como achar graça à maioria dos bebes que encontro, gostar do cheiro deles, gostar de sentir o peso deles nos meus braços e a cabecita encostada ao meu pescoço...mas depois penso...que se calhar só gosto mesmo de bébés, porque qaundo eles crescem e se tornam naquelas pestes que desatam a berrar por tudo e por nada...a coisa pia mais fino...acho que estou demasiado habituada a estar sozinha e aos meus próprios horários...até os meus pais se queixam que quando os visito não tenho nada pra contar...pois então se quando vou ter com eles, nada digno de nota acontece, é normal!!! Mas o mais indicio do chato do meu relógio biologico é mesmo o facto de apesar destas condicionantes ele ainda insistir em achar graça à ideia de ter um baby...contudo só mesmo do espirito santo, porque gajo que é bom (entenda-se bom dentro dos meus requisitos) nem vê-lo...e agora já nem se põe a questão de tirar uma casquinha...eu quero mesmo é um pedaço bem grande...o que quer que isto signifique...de qualquer forma acho que já ficava contente com uma paixonite aguda e correspondida...pelo menos sempre tinha novidades para contar!

P.S.:O puppy também pode vir!

Sem comentários: