18.11.09

Films, books, people and surprises...


Few people, situations or events have the ability to surprise me...at least in a good way.
Gosto de um filme, seja romântico, dramático ou um thriller quando a acção me consegue surpreender, quando não antecedo imediatamente o que vai acontecer na cena seguinte...e isto é raro, muito raro. Ultimamente aconteceu com o filme "Os Irmãos Bloom", fez-me rir e esperar apenas o inesperado...adorei. Na realidade gosto tanto de ir ao cinema, apenas para me perder como o faço nos livros...durante aquele tempo, eu não existo...a minha mente divaga por uma cena que possivelmente só poderia viver, num livro ou num filme...porque a minha vida não é digna de um filme...talvez uma novela...mas não um filme.
Entretanto as pessoas desistiram de me tentar surpreender, invariavelmente descobria as festas supresa, também não foram muitas as combinadass, mas a única que escapou foi a que me pareceu ter sido combinada com maior empenho e vontade, e por isso manteve-se escondida dos meus "poderes extra-sensoriais". Mas além das festas, as pessoas não têm capacidade para surpreender verdadeiramente, excepto quando nos desiludem, e muito provavelmente esses momentos apenas constituem uma surpresa porque ainda mantemos aquela inocência de acreditar...simplesmente acreditar...and the funny thing is...i wouldn't give up on it for the world...adoro a minha capacidade de acreditar...sim sou desconfiada com'ó raio, mas continuo a acreditar e talvez por isso continuo a gostar delas, deles e e de as conhecer...às pessoas é claro! Quem sabe amanhã possa conhecer mais uma pessoa que virá a ser importante para mim...who knows...

Sem comentários: