25.10.09

Never ending earning...

artist: SrWilson
Voltei a ler Ana Teresa Pereira, voltei a precisar de entrar naquele mundo escuro, obscuro assustador e...aconchegante (como uma manta no inverno que não impede de sentir um arrepio profundo), voltei a precisar recordar o que sinto quando a leio... há uma parte de mim que só aparece com ela e que me faz questionar tudo...até mesmo eu própria.
A ferocidade, o familar, o reconhecimento, as imagens... em todos os livros dela me identifico com as personagens, e apesar de isso acontecer com os outros, não é nem de longe com a mesma intensidade...acabo um conto e anseio por outro, como um vício que tenho de satisfazer urgentemente...ou um desejo urgente.
É provavelmente a única pessoa, que conhecendo apenas como autora dos livros, gostaria verdadeiramente de conhecer...e ao mesmo tempo tenho medo, de que não corresponda às minhas expectativas (ainda que não faça a menor ideia de quais são), de que eu seja apenas mais uma leitora anónima dos seus livros...

E apesar das palavras nem mesmo elas traduzem tudo o que acontece cá dentro de cada vez que leio aqueles contos fantásticos, fantasmagóricos, tenebrosos, obsessivos e irremediavelmente irresistiveis... e é nesses momentos que a parte de mim que muitas vezes se perde na lua e que poderá ser considerá como misteriosa, finalmente se encontra...mesmo sem perceber o que tudo isso significa....

3 comentários:

J. disse...

... diferentes livros que parecem partes de um so livro...

Bibendum disse...

Acabi de ler: 'O Verão Selvagem dos Teus Olhos...' e Ainda estou sem fôlego, confusa e arrepiada. Esta mulher sabe muito!

nika_liu disse...

Ainda bem que te fez sentir...