9.12.08

Manhãs conturbadas...


Esta manhã, sair de casa mais que atrasada, entre estender roupa, preparar o almoço, deixar a leitura do gás na porta de casa para o técnico que vai lá a horas que eu nunca estou, saio carregada com mala, mais pasta com papéis, mais saquinho com a merenda, mais a mala carregada de bolsa de documentos, bolsa de remédios, bolsa dos cosméticos e afins, bolsa de fios (carregador de tele e mp3 e pen), duas agendas (2008 e 2009), pela primeira vez comprei uma moleskine, principalmente porque estava com o meu pai que a pagou, até porque considero que aquilo não vale os 15€ contra os 3€/6€ das outras hipotéticas, os óculos de sol, os óculos de ver, a carteira, o telemóvel, as chaves...chego ao metro...gente, demasiada gente...pois claro...alguém que se atirou para a linha amarela do metro, não sei se para fugir após um roubo, se para acabar com a vida...mas será que esta gente só sabe empatar????? Seguiu-se a penitência de 3 1/4 de hora à espera de bus...e quando este chegou com o interior na tipica sardinha em lata...desisti e corri para apanhar um táxi...e a parte boa foi esta...o senhor taxista era fã de música zen, daquelas que se ouve nos spas...depois daquela correria toda, soube bem aquela mini sessão de relaxamente em forma de taxi, sem massagens é verdade...mas após o vento e o stress da manhã foi como se estivesse realmente num verdadeiro spa...táxi spa!

2 comentários:

Clementine Tangerina disse...

Tens mais sorte que eu...que a ultima vez que andei de taxi...era um estilo "pastilhado", musica tecno...só me faltou pedir-lhe para andar mais depressa, mas não foi preciso, porque se não o velho mercedes pegava fogo! ;)

Rusty disse...

No fundo boas vidas;)))

Bj (desaparecidaaaaaa...)