10.9.08

Intrigas e afins...


À medida que o tempo enquanto "trabalhadeira do mundo" vai passando, cada vez mais me vou apercebendo da capacidade (que ainda considero surpreendente) do ser humano de inventar esquemas para lixar o próximo. Desde o falar mal (que apesar de ser básico, parece ser o preferido, sendo constantemente utilizado) até ir por portas e travessas prejudicar alguém de propósito em beneficio próprio ou do pseudo amigo do momento.

Isto não deveria constituir nenhuma novidade, mas a verdade é que nunca consigo evitar a surpresa que as situações que vou descobrindo me provocam.

O nível de artimanhas é tal e de tal modo baixo que mesmo quando nada se ganha, pelo menos alimenta-se o vicío que estas pessoas parecem ter de prejudicar o outro.

Sem comentários: