6.8.08

O momento.

~Deitada na cama, sentia o olhar dele, deitado ao seu lado, com o poder de a invadir. Ela estendeu o braço, roçou ao de leve os dedos na face dele, sentindo o picar da barba que começava a despontar. Sentiu-se o silêncio e o olhar. Era o momento de se beijarem. Mas deixaram-no passar. Sentiam a presença um do outro com muita força, mas ambos se perderam nos seus pensamentos. ~
P. S.: Já li e reli múltiplas vezes este post, assim como lembrei e relembrei o momento, talvez na esperança vã de que não se diluísse entre os outros pensamentos, na esperança de que aquele sentimento (que não sei dizer qual é) permanecesse por tempo indeterminado. um momento e um sentimento congelado no tempo...e só meu.

1 comentário:

wednesday disse...

O amor em olhares também me deixa exactamente assim... :)

Força!