7.7.08


Domingo, sozinha na sessão das 18:50 no Saldanha: SEX & THE CITY.
Não chorei, ri na mesma quantidade como se estivesse a ver 2 episódios seguidos, gostei das roupas, ainda que provavelmente nunca as vá vestir, mas não gostei da remodelação na casa da Carrie pareceu-me demasiado "posh" para a personagem com quem simpatizei sempre e em alguns momentos me identifiquei ao longo da série. E no fim pareceu-me tudo muito fácil após tanta dor...aquele abraço emotivo de quem se ama, não continha qualquer mágoa, e tenho as minhas desconfianças se alguma vez aquele final seria possivel na realidade.
Mas é disto que os sonhos são feitos, o filme terminou como todas as histórias deveriam terminar...com um final feliz.
P.S.: Falam de uma sequela ao filme, se isso incluir o quotidiano de uma vida a dois com todas as confusões e alguns momentos bons, não será de todo a mesma coisa. Mais vale termos todos acordado de um sonho com um sorriso de um final feliz do que acordar no pesadelo em que por vezes se torna a realidade.


1 comentário:

Sadeek disse...

Nika pá, nem todas as histórias a dois se tornam pesadelos!

Nunca perder a esperança nesse "bicho" called love!!! ;)

BEIJOOOOOOOO