17.6.08

Capacidades...

Versos do prisioneiro (2)

Não é de amor que careço.
Sofro apenas
da memória de ter amado.

O que mais me dói,
porém,
é a condenação
de um verbo sem futuro.

Amar.

Mia Couto

Sem comentários: