6.6.08

???????


Pelos vistos vai tudo ver o Sexo e a Cidade esta noite. E eu em casa a curtir o quarto escuro com a única luz vinda do computador onde estou a escrever...

Nos entretantos cheguei à conclusão que não quero ser adulta, não quero responsabilidades nem chatices, nem estar a fazer a mesma coisa até ai fim dos dias...aborreço-me demasiado rápido das coisas...como o meu ex dizia: sou uma insatisfeita, nunca estou bem...

E isto tudo pode ser um major problem porque nos dias de hoje não existem grandes hipóteses. Na realidade ainda não me vejo como uma mulher de 27 anos que já trabalha e tem contas para pagar e tem de fazer isto e aquilo e aquel'outro...

Tristeza...para umas coisas sou tão adulta e para outras ainda pareço uma miúda assustada. E o mais estúpido é que o estar consciente disto faz-me questionar capacidades que possa ter...ou não...

A questão é: quando é que nós sabemos se estamos preparados ou não para o mundo?

Será que algum dia estaremos preparados de todo? O ser humano aprende muito à conta dos erros que comete, mas e se os erros forem demasiados?

O mundo tem tanta coisa para oferecer, e a maioria de nós (acho eu) deseja aproveitar o máximo possivel, então porque é que passamos a maior parte do nosso tempo de vida à procura de uma outra metade que desde sempre nos disseram que existiria algures por aí? E se no final das contas, considerando que existem mais mulheres no mundo que homens (problemática de gays e lésbicas aside), a outra metade da laranja já foi devorada por outra metade que não nós?

Constatar que passámos a nossa vida à procura de alguém que nunca iremos encontrar é muito triste!!!! E no entanto o passar dos anos diz-se bem melhor quando acompanhado!


Cabeça demasiado confusa...não tanto pela falta de actividade fisica indicada no post anterior...mas mais pelo sentimento que a deveria acompanhar...

3 comentários:

Stella Maris disse...

Parece que acabamos de falar... lol

criptog disse...

"aprender fazendo"

Sadeek disse...

Nunca se pode estar Nika, completamente preparado para o mundo. Até porque o mundo está sempre em mutação, não é?!
É irmo-nos adaptando ás diferentes realidades que vamos apanhando...

BEIJÃOOOOOOOOOOOO